Especial Dia do Músico: Até que horas pode tocar instrumentos?

Hoje é dia do músico e, com a pandemia, muitos optaram em dar aulas online em casa, porém, é preciso prestar atenção para que o barulho não incomode os vizinhos e que, assim, todos possam conviver em paz e harmonia no condomínio, especialmente na hora de tocar instrumentos.

De acordo com a Norma Brasileira (NBR) 10.151/2000, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), regulamenta que o ruído em áreas residenciais não ultrapasse os limites de barulho estabelecidos – 55 decibéis para o período diurno, das 7h às 20 horas, e 50 decibéis para o período noturno, das 20h às 7 horas. Se o dia seguinte for domingo ou feriado o término do período noturno não deve ser antes das 9h. Já as regras condominiais regulamentam a limitação do barulho após às 22h.

A caixa de som, por exemplo, tem em torno de 130 decibéis, então, na hora de tocar, tente reduzir o barulho, e também estabeleça um horário razoável para sua prática, e tome medidas para isolar acusticamente o local onde ela se realiza.

Usando seu bom senso e aguçando seu olhar para o bem comum ao tocar instrumentos, você não terá de se preocupar com advertências, multas e outras consequências desagradáveis. Muito pelo contrário: você estará contribuindo para melhorar o humor dos seus vizinhos.

O que acontece se o vizinho reclamar ao tocar instrumentos?

Caso as reclamações persistam, é a vez do síndico gerir todas as questões relacionadas ao condomínio, inclusive, representando-o junto ao poder judiciário. É interessante para o síndico que o Regimento Interno do condomínio estabeleça procedimentos para a aplicação de advertências, notificações, convocação de reuniões e até a expulsão de condôminos que insistem em descumprir as regras de boa convivência.

O síndico deve agir de modo a mediar o conflito, tentando abordar de maneira amigável para garantir que a boa convivência seja mantida, entrando em contato com o morador que esteja causando o barulho e faça um alerta sobre a ocorrência. Caso essa alternativa não funcione, o síndico pode pensar em outra abordagem.

A utilização de um livro de ocorrência (físico ou digital) pode auxiliar o síndico a reunir provas sobre as diligências ocorridas. O intuito é o de restabelecer a ordem junto ao condômino infrator ou, até mesmo, perante a justiça.

Agora que você sabe até que horas é permitido por lei ao fazer barulho quando for tocar instrumentos, lembre-se sempre de conversar com os seus vizinhos para estabelecer uma relação mútua de paz, garantindo que nenhuma das partes fique incomodada com o barulho do outro.

E você sabe como funciona a lei do silêncio? Confira no blog essa e outras dicas no site da Rede Provectum!